domingo, 3 de abril de 2011

Borbulha

Movimento borbulhante, incessante, desconhecido, intenso.
Preciosidade aquosa, protegida.

Ela, admirada,
avistava ao fundo um novo horizonte

queria chegar lá.

5 comentários:

senhorita feliciana disse...

novo horizonte no fundo
no horizonte, nunca se chega
quando é, já é e o horizonte sempre será
isso que é o mais lindo
quando chegar já se transformou
tudo a sua volta
e isso é poesia-vida-pura

amor, como disse adélia prado, não é muito, nem demais, nem bastante, nunca. amor é sempre somente AMOR.

Sabrina disse...

poesia-vida-pura, bem aqui

Manoela Campos disse...

E chegará! O que é, simplesmente é...

Amei sua re-mensagem. Demais!

beijos e muito borbulhamento pra você.

Manoela Campos disse...

E chegará! O que é, simplesmente é...

Amei sua re-mensagem. Demais!

beijos e muito borbulhamento pra você.

Anônimo disse...

Hola, hemos agregado un trackback (enlace hacia este artículo) en el nuestro ya que nos pareció muy interesante la información detallada pero no quisimos copiarla, sino que nuestros lectores vengan directamente a la fuente. Gracias... consultar simit